Integração entre PM e comunidade marca os 4 anos da BCS Camaçari

Os quatro anos da Base Comunitária de Segurança (BCS) de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), foram comemorados nesta segunda-feira (17), na sede da unidade, com um evento de integração entre policiais militares e a comunidade do bairro PHOC II, onde fica localizada. Apresentação das ações promovidas pela BCS, capoeira, contação de histórias, visita … Leia Mais



UFRB abre inscrições para cursos a distância; 500 vagas são ofertadas

O edital fica disponível até o dia 05 de outubro A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia abriu ontem (16), por meio da Superintendência de Educação Aberta e a Distância, as inscrições para três cursos de especialização na modalidade Ensino a Distância. Todos são gratuitos e os interessados têm até o dia 5 de outubro … Leia Mais


Concurso TJ-BA para juiz: publicado extrato do contrato com o Cebraspe

Foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) o extrato de contrato entre o órgão e o Cebraspe (antigo Cespe/UnB), banca organizadora do concurso do Tribunal. O documento oficializa a escolha da banca, que foi anunciada em agosto. De acordo com o site Folha Dirigida, o edital agora é … Leia Mais


Na TV Aratu, Rui critica legislação brasileira e aponta redução de homicídios na Bahia


 

“Além das ações do estado, o governo federal deve fazer a sua parte na questão da segurança pública, principalmente protegendo o Brasil da entrada de armamentos para munir o tráfico de drogas”. O alerta do governador Rui Costa, candidato petista à reeleição, foi emitido hoje pela manhã (17), em entrevista ao jornalista Casemiro Neto, no programa Que Venha o Povo, da TV Aratu. A conversa abordou aspectos referentes a saúde, educação, funcionalismo e segurança pública.

Na segurança, Rui destacou as reduções sucessivas nos índices relacionados a mortes violentas, explicando como a metodologia aplicada aos dados do Atlas da Violência gera uma visão equivocada do ranking. Exemplificou que, enquanto em estados como São Paulo um corpo encontrado com perfuração ou fratura no crânio, causada por uma barra de ferro, é notificado como “morte a investigar”, na Bahia é registrado como homicídio. “Gera uma comparação incorreta, já que usamos uma metodologia mais fiel à realidade, e a Bahia registra progressiva diminuição dos índices de mortes violentas, resultado do trabalho integrado das polícias militar, civil e técnica”, garantiu o candidato à reeleição.

A temática segurança pública também foi abordada em entrevista anterior, na mesma rede, no programa Linha de Frente, no Facebook da Aratu Online. Para os jornalistas Pablo Reis, Matheus Carvalho e João Pedro Pitombo, Rui destacou: ”A Bahia reduziu  8% no número de homicídios, em comparação ao ano passado. Claro que os números gerais são absurdos, escandalosos, não só na Bahia, mas no Brasil inteiro, e é preciso enfrentar a questão de forma mais séria”.

Questionado sobre a possibilidade da liberação de armas como recurso de defesa do cidadão, Rui foi enfático na negativa. “Seria uma carnificina. Com tantos problemas sociais que temos, ainda somado ao tráfico de drogas, a liberação de armas geraria uma carnificina”, alertou, para em seguida criticar a legislação que “favorece a bandidagem”. Rui criticou a flexibilidade da legislação que condena uma pessoa que tirou a vida de outra a 18 anos de prisão, para após três anos conceder a liberdade. “Não tem como fazer segurança pública eficiente com essa legislação. Qual o porquê de dar tanta regalia a bandido?”, instiga o governador que mais contratou policiais e renovou 100% da frota.

Nos últimos quatro anos, os baianos receberam mais de R$ 600 milhões em investimentos em segurança pública, seja com a entrega de novas estruturas ou com a contratação de policiais. Para o próximo quadriênio, Rui garante que vai seguir no aprimoramento da gestão e infraestrutura das polícias, com recomposição dos efetivos, valorização dos profissionais e maior eficiência na atividade policial. Entre as principais propostas do Programa de Governo Participativo (PGP 2018), na prevenção da violência, Rui vai implementar o Programa Geração da Paz, com articulação entre entes públicos, iniciativa privada, instituições de ensino, ONGs e sociedade civil, atuando nas áreas com maiores índices de vulnerabilidade social.

Fotos: Carlos Casaes/ Divulgação

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
You tube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8234-4592
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa


Rui encerra mais uma caravana e completa 92 cidades visitadas


 

“Vamos continuar com o Programa Água para Todos até todas as comunidades terem água potável pra beber, além de redes de esgoto e estações de tratamento. Infraestrutura hídrica e saneamento são nossas prioridades, isso significa cuidar das pessoas. Foi o programa baiano, iniciado por Wagner em 2007, que serviu de exemplo para o que hoje é feito no âmbito federal”. O compromisso foi reiterado pelo governador Rui Costa, candidato petista à reeleição, na manhã deste domingo (16), ao visitar o município de Ipiaú, terceira das sete cidades incluídas no último dia da quinta etapa da Correria da Bahia. Até o fim da campanha, Rui quer visitar pelo menos 120 cidades. Hoje completa 92.

O compromisso anunciado por Rui na caravana consta no Programa de Governo Participativo (PGP 2018), registrado no TRE-BA. A ampliação do atendimento das comunidades por sistemas integrados de abastecimento de água, que oferecem distribuição domiciliar, estação de tratamento e atendem várias localidades a partir de um mesmo manancial contempla Ipiaú e outros municípios da região como Anagé, Barra, Boninal, Brejões, Buritirama, Cairu,  Camamu,  Encruzilhada, Erico Cardoso,  Juazeiro, Ituaçu, Jussiape,  Miguel Calmon,  Planaltino,  Rio de Contas, Rio do Pires, Santa Maria Vitória. Atende 168 localidades, beneficiando 56,6 mil pessoas.

Também a elevação do atendimento com serviços de esgotamento sanitário é prioridade para o próximo quadriênio, com implantação e ampliação de sistemas de esgotamento sanitário em 35 municípios baianos. Ainda, entre os compromissos que beneficiarão a população das cidades visitadas hoje – além de Ipiaú, Jitaúna, Aiquara (Povoado Palmeirinha), Barra do Rocha, Ubatã, Ubaitaba e Aurelino Real, dos territórios Médio Rio de Contas e Litoral Sul -, ações na educação, segurança e esporte.

No esporte, duas das cidades incluídas no percurso de hoje, Ubatã e Ubaitaba, integram o Centro de Treinamento para Canoagem. O espaço é estruturado em três municípios (terceiro é Itacaré), nas margens do Rio de Contas, local onde os medalhistas olímpicos Isaquias Queiroz e Erlon de Souza deram suas primeiras remadas. O investimento nos três pontos do centro soma R$3 milhões. Mas a gestão atual também apoia a canoagem na execução do projeto Remando no Rio de Contas, que até dezembro de 2018 vai atender 270 crianças e jovens com aulas de iniciação esportiva, preferencialmente alunos de escolas públicas e organizações de ensino que possuam baixos Índices de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e que estejam em situação de risco social.

A comitiva da caravana Correria pela Bahia também incluiu a primeira-dama Aline Peixoto, hoje com as duas filhas, Marina e Malu, os candidatos a vice-governador, João Leão (PP), e ao Senado, Jaques Wagner (PT), além de políticos da coligação ‘Mais Trabalho por Toda a Bahia’ (PT, PSB, PSD, PP, PC do B, PR, PDT, PRP, PMB, PTC, PMN, Podemos, Avante e Pros) e candidatos a deputado federal e estadual.

Fotos: Ulisses Dumas/ Divulgação

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
You tube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8234-4592
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa


Cooperativas baianas vão a evento na Itália


Representantes de nove cooperativas baianas estão de malas prontas para uma missão de peso: levar os sabores da Bahia para o Terra Madre, evento realizado em Torino, na Itália, que reúne produtores de alimentos de 160 países. Eles embarcam na próxima terça-feira (18) e pretendem retornar com muitas ideias para impulsionarem seus negócios.
Essas cooperativas foram convidadas pelo Slow Food, movimento responsável pela organização do Terra Madre, por possuírem práticas sustentáveis de produção, com o critério de “valorizar o alimento bom, limpo e justo”, filosofia do movimento. O alimento considerado bom é aquele saboroso, que representa os sabores locais; é cultivado de maneira limpa, sem prejudicar a saúde humana, o meio ambiente ou os animais e é justo de forma que o produtor receba aquilo que é justo pelo seu trabalho, garantindo-lhe uma renda favorável.
Para alcançarem esse patamar de qualidade, as cooperativas mudaram seus processos produtivos e se capacitaram através de apoio do Slow Food e da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). É o caso da Cooperativa de Produção da Região do Piemonte da Diamantina (Coopes), produtora de licuri e mel de abelha mandaçaia, que levará seus produtos para serem comercializados no Terra Madre. Atualmente, 210 agricultores fazem parte da cooperativa.
Frutos do campo
A Bahia é o estado com o maior número de propriedades da agricultura familiar do país – são cerca de 700 mil propriedades – e nos últimos três anos foram investidos R$ 1,2 bilhão na agricultura familiar.
Somente em 2018, por meio do projeto Bahia Produtiva, da SDR, foram destinados R$ 40 milhões para adequação e recuperação de agroindústrias. Os investimentos permitem a ampliação da cooperativa, incluindo melhoria na infraestrutura, aquisição de equipamentos, veículo, serviços de marketing e desenvolvimento de novas embalagens.
Além do Bahia Produtiva, os produtores contam também com recursos do Pró-Semiárido, que até o final de 2018 destinará R$ 170 milhões para organização comunitária, implantação e fortalecimento de agroindústrias e apoio à comercialização, visando a convivência produtiva das famílias.
Fotos: André Frutuôso/SDR

Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
You tube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8234-4592
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa


Festival da Primavera: Mudei de Nome arrasta multidão e transforma ‘Volta no Dique’ em Carnaval


 

Abrindo o Festival da Primavera de Salvador, os músicos Ricardo Chaves, Jonga Cunha, Magary Lord e Ramon Costa fizeram um verdadeiro Carnaval fora de época no Dique do Tororó na manhã deste domingo (16). Este é o primeiro evento musical da programação do festival.

Pelo quinto ano consecutivo, a ‘Volta no Dique’ mostrou que já virou evento de calendário para os soteropolitanos. Agora como Mudei de Nome, mas a bordo do mesmo ‘Pranchão’ de sempre, espécie de minitrio aberto, o grupo trouxe a mesma energia e sonoridade dos anos anteriores.

No repertório, grandes sucessos da música baiana, como hits que marcaram época na voz de Ricardo Chaves e de Magary Lord, além de canções nacionalmente conhecidas de outros gêneros no estilo Mudei de Nome de apresentar.

Fonte: Bocão News

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
You tube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8234-4592
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Cooperativas baianas vão a evento na Itália


 

Representantes de nove cooperativas baianas estão de malas prontas para uma missão de peso: levar os sabores da Bahia para o Terra Madre, evento realizado em Torino, na Itália, que reúne produtores de alimentos de 160 países. Eles embarcam na próxima terça-feira (18) e pretendem retornar com muitas ideias para impulsionarem seus negócios.
Essas cooperativas foram convidadas pelo Slow Food, movimento responsável pela organização do Terra Madre, por possuírem práticas sustentáveis de produção, com o critério de “valorizar o alimento bom, limpo e justo”, filosofia do movimento. O alimento considerado bom é aquele saboroso, que representa os sabores locais; é cultivado de maneira limpa, sem prejudicar a saúde humana, o meio ambiente ou os animais e é justo de forma que o produtor receba aquilo que é justo pelo seu trabalho, garantindo-lhe uma renda favorável.
Para alcançarem esse patamar de qualidade, as cooperativas mudaram seus processos produtivos e se capacitaram através de apoio do Slow Food e da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). É o caso da Cooperativa de Produção da Região do Piemonte da Diamantina (Coopes), produtora de licuri e mel de abelha mandaçaia, que levará seus produtos para serem comercializados no Terra Madre. Atualmente, 210 agricultores fazem parte da cooperativa.
Frutos do campo
A Bahia é o estado com o maior número de propriedades da agricultura familiar do país – são cerca de 700 mil propriedades – e nos últimos três anos foram investidos R$ 1,2 bilhão na agricultura familiar.
Somente em 2018, por meio do projeto Bahia Produtiva, da SDR, foram destinados R$ 40 milhões para adequação e recuperação de agroindústrias. Os investimentos permitem a ampliação da cooperativa, incluindo melhoria na infraestrutura, aquisição de equipamentos, veículo, serviços de marketing e desenvolvimento de novas embalagens.
Além do Bahia Produtiva, os produtores contam também com recursos do Pró-Semiárido, que até o final de 2018 destinará R$ 170 milhões para organização comunitária, implantação e fortalecimento de agroindústrias e apoio à comercialização, visando a convivência produtiva das famílias.
Fonte: Secom – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia
Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
You tube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8234-4592
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.