Trânsito na ACM será modificado a partir do próximo dia 31; veja o que muda


A partir do dia 31 de agosto, quem precisar passar pela região da Avenida ACM vai encontrar o trânsito modificado. As alterações fazem parte das obras para implantação do BRT em Salvador e foram anunciadas nesta quinta-feira (22), na sede da prefeitura, no Palácio Thomé de Souza. A previsão é que o novo modelo de fluxo se mantenha até o início do próximo ano.

O tráfego da via principal, no sentido Avenida Paralela, será desviado na altura do supermercado Sam’s Club. Quem vier da Avenida Juracy Magalhães precisará acessar a via marginal, voltando novamente à via principal logo após o Walmart.

Já no sentido Lucaia, neste mesmo trecho, serão realizados pequenos desvios: nas imediações do Lar Shopping, a via para os carros ficará mais estreita, passando de quatro para três faixas, para permitir a construção do elevado que será implementado no local.

As mudanças na região também irão modificar o fluxo dos veículos que saem da Rua Cipreste, ao lado do Sam’s Club. O acesso à via principal no sentido Lucaia será bloqueado, e os veículos deverão utilizar a via marginal, sentido Ligação Iguatemi-Paralela (LIP). Da mesma forma, aqueles que saírem da lateral do Sam’s Club, poderão acessar a pista logo após do Walmart. Para quem deseja seguir no sentido Lucaia, a opção é permanecer na Rua da Alfazema e acessar a Avenida Paulo VI, saindo ao lado do Hiper Posto.

As mudanças implementadas na região valem também para os ônibus e não há qualquer alteração especial nas linhas ou localização dos pontos.

Impactos
Ao apresentar as mudanças de trânsito, o superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller, comentou que todas as alterações foram decididas após trabalho conjunto, que chegou a simular os impactos dos novos roteiros.

“Toda obra que interfere na via pública passa por um planejamento. Essas intervenções são fruto do trabalho de diversos órgãos para diminuir ao máximo os efeitos colaterais de uma obra desse porte. Sabemos que haverá um impacto, uma redução na velocidade média, mas fizemos as simulações para garantir que o trânsito irá fluir, que não ficará travado”, explicou.

O superintendente recomendou ainda que aqueles que usualmente trafegam pela área afetada, quando possível, alterem o seu roteiro para evitar a área, principalmente nos horários de pico.

“O fluxo desse trecho da ACM chega a 200 mil veículos em dias normais. Apesar de todo o planejamento dos órgãos da prefeitura envolvidos no projeto, buscamos causar o menor impacto possível no trânsito. Os condutores deverão dar preferência a vias alternativas, como as avenidas Octávio Mangabeira ou a Mário Leal Ferreira (Bonocô)”, pontuou.

A Transalvador informou que terá as equipes da região afetada reforçada para orientar sobre as mudanças.

BRT
Segundo o secretário de Mobilidade Urbana do município, Fábio Mota, as obras do BRT nos trechos que sofreram alterações têm previsão de entrega para dezembro do próximo ano. Apesar disso, dois viadutos devem ser entregues ainda neste ano, também até dezembro.

“Temos que explicar para as pessoas que essas mudanças são para melhorar toda mobilidade, para que se traga conforto ao transporte público. Para isso, vamos ter que passar por essas mudanças. São temporárias, mas para termos um definitivo melhor”, avaliou.

Construído em três etapas, o BRT de Salvador terá 11,7 km de extensão no trecho entre a Estação da Lapa e a região do Shopping da Bahia. A primeira etapa de obras, entre o Parque da Cidade e a região do Shopping da Bahia, está com as obras 20% concluídas. Atualmente, estão sendo erguidos os viadutos de acesso e saída do Itaigara, que devem ficar prontos até dezembro deste ano. Já o trecho entre a Lapa e o Parque da Cidade já está em licitação.

A linha fará a integração com o metrô nas duas pontas, passando pelas avenidas Vasco da Gama, Juracy Magalhães e ACM, classificadas como regiões muito movimentadas da cidade.

Segundo a prefeitura, haverá ainda uma expansão até a Pituba, que terá seu edital para contratação da empresa publicado até setembro. As obras contarão com implantação de pistas exclusivas para o novo modal de transporte e vias expressas para carros, além de ciclovia.

O trecho completo do modal deve ficar pronto até o final de 2020 e, até 2025, a capital baiana deve ganhar seis novas linhas de BRT.

Fonte: Correio

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
Instagram: Maryluzia.Costa
Twitter: @Maryluziac
Youtube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.