Salvador terá 17 pontos de queima de fogos; confira os locais


Esse ano, o Réveillon de Salvador terá queima de fogos em 17 pontos da cidade. Só na Boca do Rio, palco do Festival da Virada Salvador, serão dois pontos de queima de fogos – lá, o espetáculo vai durar 15 minutos. No ano passado era apenas um local. A mudança foi pensada pelos organizadores depois que foliões que estavam do lado de dentro da Arena Daniela Mercury reclamaram que não conseguiram ver as explosões.

A informação foi divulgada pelo prefeito ACM Neto na manhã desta terça-feira (11) durante a apresentação oficial da grade com as atrações da folia. No total, foram divulgados os nomes de 27 artistas. O 28ª show é uma surpresa e será divulgado pela prefeitura mais próximo da data da festa.

“Esse ano, nós definimos dois pontos de queimas de fogos na Boca do Rio. O ponto do ano passado está mantido porque ele dá visibilidade para quem está fora da Arena, para quem está na rua, mas nós vamos ter também outro ponto mais próximo da Arena, no extremo oposto. Assim, conseguimos assegurar que todo mundo vai ver a queima de fogos no dia 31”, afirmou Neto.

Além da Boca do Rio, haverá queima de fogos na Barra (13 minutos), Rio Vermelho (10 min), Amaralina (8 min), Jardim de Alah (10 min), Patamares (8 min), Itapuã (10 min), Cajazeiras (8 min), Periperi (8 min), Paripe (8 min), Ribeira (8 min), Boa Viagem (8 min), Santo Antônio Além do Carmo (8 min), Ilha de Bom Jesus dos Passos (8 min), Praia de Santana (8 min), Ilha de Maré (8 min) e praia de Paramana (8 min).

O Festival começa no dia 28 de dezembro e segue até o dia 1º de janeiro. Serão 70h de música e 28 atrações, com cerca de 300 artistas. Tudo de graça na orla da Boca do Rio, no espaço do antigo Aeroclube. A expectativa dos organizadores é superar o público de 2 milhões de pessoas que participaram da edição do ano passado.

Os cantores sertanejos Jorge e Matheus comentaram sobre a festa durante o Festival de Verão, que aconteceu no último fim de semana. “Assim como no Festival de Verão, vamos tocar (no Festival da Virada) um pouquinho de cada coisa da nossa carreira, que vai completar 14 anos ano que vem. Estamos velhos”, brincou Mateus.

Xand Avião também comentou sobre a festa. “A gente se vê já. Volto para o Réveillon. Eu amo a Bahia. Na próxima encarnação, vou nascer baiano”, contou.

Estrutura
Para quem quer virar o ano com emoção, a Arena terá, além do palco de 60 metros de frente e 16 de altura, uma tirolesa 10 metros acima do chão e com 80 metros de extensão. Segundo os organizadores, o percurso pode ser feito em até 30 km/h, dependendo do peso do usuário.

A roda gigante também estará de volta. Com 36 metros de altura e toda iluminada em LED, ela tem capacidade para receber até 140 pessoas de uma só vez. No ano passado, 10 mil pessoas deram uma volta no brinquedo.

Nove artistas vão participar da festa pela primeira vez este ano. A prefeitura informou que o evento está estimado em cerca de R$ 10 milhões, mas que a maior parte desse valor foi financiado pelos patrocinadores.

“Mais da metade desses recursos nós arrecadamos com os patrocinadores. Todo o dinheiro para pagar os artistas que vão se apresentar são de patrocinadores da festa. Cerca de 60% das despesas do Festival serão custeadas pela inciativa privada, não vai haver 1 centavo do dinheiro público para isso”, afirmou.

Segundo ele, a festa deve atrai 460 mil turistas e movimentar R$ 500 milhões na economia, com geração de emprego. O setor hoteleiro está com 96% dos leitos ocupados para o réveillon e a prefeitura credenciou 1,5 mil ambulantes para atuar dentro da Arena Daniela Mercury. O número não contabiliza os trabalhadores que vão atuar no entorno.

Patrocínio
O gerente de eventos da Ambev, Pedro Beltrão, contou que a empresa vai patrocinar o Festival da Virada e as lavagens do Bonfim, Rio Vermelho e Itapuã, além do Carnaval de Salvador.

“O Festival da Virada Salvador vem se consolidando como o maior evento do país. Como são cinco dias, com a grade bem expressiva, para a gente é de fundamental importância estar presente nesse evento de alegria e confraternização das pessoas. Mais de duas milhões de pessoas são esperadas esse ano, então, com certeza vai se consolidar como o maior evento de final de ano do país”, disse.

Beltrão contou que a Ambev vai criar um centro de atendimento para os ambulantes que vão trabalhar na festa. No local, além de retirar os kits com isopor e boné, eles vão receber treinamento sobre consumo responsável, proibição de venda de bebidas alcoólicas para menores, e cuidados para evitar bebida e direção.

“Eles também vão poder efetuar a compra dos produtos sem precisar se deslocar muito. A novidade desse ano é a venda de produtos gelados, o que vai facilitar a logística para aqueles trabalhadores que estão tendo um movimento mais rápido de venda”, contou. A entrega dos kits começa no dia 27, véspera da folia.

Fonte: Grupo Lomes de Comunicação

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
You tube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8234-4592
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.