Embrapa abastece a mesa e a ciência brasileiras, diz Nelson Leal.


 

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Nelson Leal (PP), destacou a inovação tecnológica e a produção de conhecimentos que levaram o Brasil a saltar da condição de importador de alimento básico, para o status de um dos maiores produtores e exportadores mundiais. Tudo isso em quatro décadas.

Chefe do Legislativo baiano enalteceu o salto de qualidade na produção de alimentos no Brasil, em moção de congratulações à Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), que completa hoje 46 anos, apresentada à Secretaria Geral da Mesa da Alba, na manhã desta sexta-feira 26.

Até o início da década de 80, o Brasil importava expressiva parte do alimento que chegava à mesa dos brasileiros. Quase quatro décadas depois, o país ocupa a confortável posição de um dos maiores produtores e exportadores do mundo. Todo esse crescimento, com razoável impacto na balança comercial brasileira, se deve ao belo trabalho da Embrapa, que hoje celebra seus 46 anos de fundação”, elogiou, Leal.

O Brasil, conforme dados do Balanço Social 2018, elevou em 240% sua produção de trigo e milho; em cinco vezes a de grãos; em 315% a de arroz, tudo isso em 40 anos. A Embrapa responde também pelo aumento da produtividade do setor florestal em 140%, além de ter triplicado o setor cafeeiro. A oferta de carnes bovina e suína foi quadruplicada, e a de frango cresceu 22 vezes.

O parlamentar pepista exaltou também o olhar no futuro com que esta empresa pública tem buscado gerar conhecimentos e inovações tecnológicas, com vista à produção de alimentos, por meio de seus 2,5 mil pesquisadores, 600 laboratórios, alicerçados pelos quase 10 mil funcionários espalhados pelo país.

CARÁTER SOCIAL

O excelente trabalho de produção e uso de tecnologias da equipe de profissionais da Embrapa revolucionou a agropecuária brasileira, tornando-a mais competitiva e uma das mais eficientes e sustentáveis do planeta. Isso possibilitou um expressivo impacto econômico no setor”, disse, o chefe da Alba.

Nelson Leal sublinhou ainda a abrangência do papel social alcançado pela Embrapa na aplicação das inovações tecnológicas. “A Embrapa produz ciência em benefício da agricultura familiar, da agricultura empresarial, de produtos orgânicos, transgênicos, bem como em favor de grandes, médios e pequenos agricultores”, enalteceu, o deputado.

A Embrapa trabalha consciente do desafio de produzir alimentos dentro de projeções globais que apontam para uma crescente população mundial – algo em torno de 8,5 bilhões de habitantes dentro de mais uma década. Sem contar a sustentabilidade do planeta, outro foco da empresa, tendo quer produzir mais alimentos, utilizando-se de menos de água e energia.

Por isso, dentro do conceito da chamada agricultura 4.0, já se vale de ferramentas de ponta, como a nanotecnologia, internet das coisas, monitoramento de pragas e doenças com drones, biotecnologias etc.

Nelson Leal ressalta também os acordos multi e bilaterais de cooperação técnico-científica da Embrapa, que têm permitido à empresa contribuir na redução da fome em países da América Latina, África e Caribe.

 

Fonte: ASCOM / ALBA

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
Youtube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8234-4592
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.