Turismo discute projeto de desenvolvimento para Ipiaú

O projeto para a requalificação de um antigo mercado de Ipiaú, com o objetivo de transformá-lo em centro cultural integrado,  foi apresentado pela prefeita do município, Maria das Graças Mendonça, ao secretário estadual do Turismo, Fausto Franco, durante encontro na sede da Setur-BA, na noite desta segunda-feira (8).  “Os planos de valorização do turismo e a … Leia Mais


Jurandy Oliveira defende em projeto Programa de Combate ao Bullying

Fica instituído o Programa de Combate ao Bullying nas escolas públicas e privadas no âmbito do Estado da Bahia. Este projeto de lei nº 23.201/2019 foi encaminhado à Assembleia Legislativa (ALBA) pelo deputado  Jurandy Oliveira (PP). O legislador considera ato de “bullying” a agressão intencional e repetida por meio de violência física e psicológica, de … Leia Mais





Niltinho presta homenagem pela passagem do Dia do Jornalista


A passagem do Dia do Jornalista, dia 7 de abril, foi lembrada pelo deputado Niltinho (PP) em moção de congratulações inserida nas atas dos trabalhos da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA).

No documento, o parlamentar, lembra que a data foi instituída no ano de 1931, através de decisão da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) em homenagem ao médico e jornalista Giovanni Battista Líbero Badaró, ou Líbero Badaró, como era conhecido, criador do Observatório Constitucional, jornal independente que dava enfoque a temas políticos censurados ou encobertos pela monarquia. “Líbero foi morto em 1830 por inimigos políticos, pois foi uma importante personalidade que lutou pelo fim da monarquia portuguesa e independência do Brasil”, explicou Niltinho.

O legislador trouxe à tona, na moção, uma parte da história do jornalismo no país, recordando, entre outros, que “o primeiro jornal brasileiro, o Correio Braziliense, não era produzido no Brasil, mas sim em Londres pelo jornalista Hipólito José da Costa Pereira Furtado de Mendonça”. Segundo ele, a tiragem do periódico era de poucos exemplares, já que a maior parte da população brasileira era analfabeta.

“Com a abolição da escravatura no ano de 1888, a imprensa brasileira passou a desenvolver-se e tornar-se mais popular com os avanços na educação básica, o barateamento dos custos de produção e a possibilidade de inserção de imagens nos periódicos”, esclareceu.

Segundo o deputado, “o dia do jornalista foi instituído para reverenciar o trabalho desses abnegados profissionais da mídia, responsáveis por apurar os fatos e levar as informações por meio do rádio, televisão, jornal impresso ou na internet sobre os acontecimentos locais, regionais, nacionais e internacionais de maneira imparcial e ética”.

Niltinho ressalta ainda que, até 1940, os jornalistas brasileiros não tinham formação específica e eram em sua maioria médicos, advogados e escritores da sociedade brasileira. Ele relata que, no ano de 1947, foi criado o primeiro curso de jornalismo no Brasil no estado de São Paulo, na Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero.

A graduação em jornalismo ganhou força no ano de 1960 e o diploma tornou-se exigência para o exercício da profissão no ano de 1969, possibilitando, assim, o crescimento e aperfeiçoamento dos cursos de graduação e posteriormente dos cursos de pós-graduação para os profissionais da comunicação.

“Dessa forma, para esses profissionais aguerridos e batalhadores, que fazem do jornalismo a ‘arte de sintonizar o mundo até as pessoas’, presto essa homenagem para que a cada dia esses profissionais essenciais na preservação do estado democrático de direito sejam motivados a desenvolver-se na arte de comunicar”, declarou.

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
Youtube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8234-4592
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.

Fonte: ALBA


ALBA recebe exposição Retalhos do Sertão no saguão Josaphat Marinho


O cotidiano do sertão nordestino passou a decorar o Saguão Josaphat Marinho, na entrada principal da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), nesta segunda-feira (8), com a exposição Retalhos do Sertão, do artista Eduardo Lima, 41 anos. Ao todo, 15 telas que contam a história do sertanejo estão posicionadas para a apreciação do público até a próxima sexta-feira (12). Culinária, folclore, música e família estão entre os assuntos relacionados com o tema central.

De acordo com o autor das obras, a temática do trabalho se baseia na sua própria experiência e nas histórias que escutava dos adultos quando ainda era criança, em Capim Grosso, no centro-norte baiano. “O trabalho segue uma linha que conta a história do cangaço, desde as brincadeiras infantis. Toda a problemática e as alegrias do sertanejo estão envolvidas no contexto. O forró pé de serra está muito presente no meu trabalho. Eu vi, vivenciei, participei. A culinária também. O cuscuz, a batata-doce, canjica, também fizeram parte da minha infância”, contou o artista.

Para Lima, a vinda da exposição para a sede do Parlamento baiano é importante para que a capital conheça melhor as alegrias e frustrações do sertanejo. “O que eu faço é muito verdadeiro. As telas são registros, mas também são denúncias.Eu acabo mostrando também as mazelas do sertanejo, da cultura. Acho isso muito importante, porque estou trazendo para a capital o que acontece no interior”, destaca o artista plástico, que espera um olhar mais sensível dos parlamentares para com o sertão da Bahia.

O primeiro contato de Eduardo Lima com a arte foi aos 8 anos, quando começou a desenhar. Aos 20, ele trocou o lápis pelos pincéis e hoje vive da comercialização de suas telas. As peças custam entre R$ 950 e R$ 3 mil. O artista, que já foi frentista, vive com a esposa e dois filhos no município de Barreiras, no Oeste do estado.

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
Youtube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8234-4592
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.

Fonte: ALBA


Inaugurada neste sábado, Avenida 29 de Março liga Orla à BR-324


O novo trecho da Avenida 29 de Março, em Salvador, foi entregue na manhã deste sábado (6) pelo governador Rui Costa. A via garante ligação direta entre a Orla Atlântica, a partir da Avenida Orlando Gomes, à BR-324, na altura do bairro de Águas Claras. O trecho inaugurado tem mais de três quilômetros e liga a Estrada Velha do Aeroporto à Via Regional. A via estará liberada para tráfego na manhã desta segunda-feira (8).

De acordo com o governador, a 29 de Março faz parte do planejamento de mobilidade executado pelo Governo do Estado, que inclui o metrô, o Veículo Leve de Transporte (VLT) e os corredores transversais. “Essas avenidas e corredores vão modernizar a cidade e encurtar caminhos. Salvador não tinha esse tipo de via de ligação, o que provocava um fluxo negativo no trânsito, com muitos engarrafamentos. Considerando o metrô, o VLT e essas avenidas estruturantes, são R$ 10 bilhões de investimento. A capital baiana nunca registrou, em toda a sua história, um total de investimentos dessa magnitude. Após a conclusão de todas as outras etapas desse grande planejamento, Salvador será a capital com a melhor mobilidade urbana do país”, ressaltou Rui.

O desenvolvimento da região, a partir da nova via, também foi destacado por Rui Costa. “A Avenida é um novo vetor de desenvolvimento para a cidade. Podemos perceber, assim como aconteceu na Orlando Gomes, o surgimento de novos colégios, supermercados e lojas no entorno. Com esses novos empreendimentos comerciais e residenciais no local, vamos ativando a economia e gerando mais emprego”, afirmou o governador, que também visitou a Feira Cidadã que está sendo realizada no local, pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) em parceria com as Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), com oferta de serviços gratuitos para a população.

Obras

Os recursos para a obra da 29 de Março foram aplicados em serviços de terraplanagem, pavimentação, drenagem, paisagismo, ciclovia, passeios, além de acesso aos bairros do entorno da via e iluminação em LED. A obra de macrodrenagem com retificação do Rio Jaguaribe, que fica no canteiro central, e separa as duas pistas da avenida, também foi realizada.

Com a entrega, o trecho de 13 quilômetros entre a BR-324 e Piatã poderá ser feito em 15 minutos. A avenida conta com faixa exclusiva de tráfego para implantação futura do BRT. Duas praças com equipamento de ginástica, parque infantil e quatro campos de futebol também foram implantados ao longo da 29 de Março.

O presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder), Sérgio Silva, destacou que a implantação da Avenida cria uma nova entrada para Salvador. “O trecho entregue hoje é a conclusão da Avenida 29 de Março que liga a Paralela à Via Regional. Essa obra de mobilidade tem uma influência direta nos bairros do entorno, como Cajazeiras, Boca da Mata, Nova Brasília e Fazenda Grande. Mas a gente tem que entender que essa obra, por ser uma nova alternativa de transporte, vai atrair os usuários de outras avenidas, como a São Rafael e Trobogy, por exemplo. Além disso, muita gente que utilizava a Avenida Luís Eduardo Magalhães passará a utilizar este novo acesso. Teremos, com isso, uma nova entrada para a capital”, explicou Sérgio.
Corredores Transversais
A obra da 29 de Março faz parte das intervenções do corredor transversal da Linha Vermelha, cuja última etapa tem previsão de conclusão para daqui a dez meses. O corredor terá um total de 20 quilômetros e, quando estiver finalizado, ligará a Orla Atlântica a Paripe, no Subúrbio Ferroviário. O investimento total da Linha Vermelha soma cerca de R$ 581 milhões.

O outro sistema viário do pacote de mobilidade é a Linha Azul, que prevê um investimento total de R$ 647 milhões para fazer a integração do bairro de Patamares e o Lobato. As obras incluem a duplicação da Avenida Gal Costa e a implantação da ligação Pirajá x Lobato, constituindo uma nova via transversal à Avenida Paralela, interligando as orlas dos bairros de Patamares — na altura da Avenida Pinto de Aguiar, já duplicada — e do Lobato, com uma extensão de aproximadamente 12 quilômetros.

Fonte: Secom – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia
Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
Youtube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8234-4592
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.

Nelson Leal participa da 3aetapa de inauguração da Avenida 29 de Março e exalta marca urbanística de Rui em Salvador


chefe do legislativo diz que obra representa mais qualidade de vida

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, Nelson Leal, participou hoje (06.04), ao lado do governador Rui Costa e do senador Jaques Wagner, da inauguração da terceira etapa da Avenida 29 de Março, ligação entre Orla de Salvador – Subúrbio Ferroviário, chamada de Linha Vermelha. Na atual etapa, que vai da Orla à BR-324, são 3,1 quilômetros de extensão, com duas pistas e seis faixas de rolamento. A estimativa do tempo para cobrir o trajeto entre a Orla e a principal rodovia federal do estado será de 15 minutos, contra quase 1 hora, como era então, nos momentos de pico do tráfego.  A inauguração da quarta e última etapa – duplicação da Via Regional – tem previsão para o início de 2020.

 

“É mais uma grande obra de mobilidade urbana do governo Rui Costa em Salvador. A 29 de Março homenageia os 470 anos de nossa Capital e é, certamente, um dos mais importantes marcos urbanísticos da cidade nos últimos 40 anos. Além disso, a nova via, ao reduzir drasticamente o percurso, significa mais conforto e mais qualidade de vida. Economizar 90 minutos diários dentro de um carro ou de um ônibus é muito significativo: é mais tempo para a família, para o descanso, para o lazer”, elogia o chefe do Legislativo estadual, que estava acompanhado de sua esposa, Danda Leal. 

 

Leal ficou muito impressionado com a qualidade da obra. “ É uma nova artéria de trânsito muito moderna, dotada de ciclovia, amplos passeios, acessos para os bairros, iluminação em LED, faixa exclusiva de tráfego para BRT e baias para pontos de ônibus. Com a 29 de Março, também foi realizada a macrodrenagem do Rio Jaguaribe, que divide as duas pistas. Uma obra admirável, representando investimentos de mais de R$ 581 milhões quando estiver totalmente pronta, mostrando a força de trabalho do governador Rui Costa. Enquanto muitos governadores reclamam, Rui faz e inaugura”, exaltou Leal.

 

O presidente da ALBA ressaltou ainda a valorização aos imóveis da região, o que irá beneficiar os moradores de diversos bairros – como Cajazeiras, por exemplo – que possuíam vias de ligação muito limitadas antes da construção da Linha Vermelha, a nova ligação Orla-Subúrbio.

 

OBRA EM ETAPAS

 

Segundo estimativas do Governo do Estado, cerca de 1 milhão de carros poderão trafegar, diariamente, pela 29 de Março. O primeiro trecho do corredor transversal Orla-Subúrbio foi a duplicação da Avenida Orlando Gomes, entregue em junho de 2016. Ainda no mesmo ano, foi entregue o segundo trecho, ligando a BR-324 a Águas Claras, onde será construída a nova Estação Rodoviária. Em novembro de 2018 foi inaugurado o terceiro trecho, ligando as avenidas Orlando Gomes e Aliomar Baleeiro (Estrada Velha do Aeroporto).

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
Youtube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8234-4592
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


05.04.2019 – Micro, Pequenos e Médios empresários lotam a Assembleia Legislativa na luta por melhores condições de competitividade


O plenário da Assembleia Legislativa ficou lotado para discutir o fortalecimento das micro, pequenas e médias empresas, numa sessão especial proposta pelo Deputado Niltinho (PP).

No discurso de abertura, o deputado Niltinho defendeu “melhores condições para os micro, pequenos e médios empresários, responsáveis por mais de 80% da geração de emprego no Brasil, e que enfrentam uma concorrência desleal de grandes redes atacadistas que se instalam em bairros e pequenas cidades, dizimando o comércio local. A criação da central de negócios vai dar condições de igualdade para que os pequenos empresários tenham competitividade”.

Niltinho prosseguiu afirmando que o objetivo era “a efetivação de uma criação de uma central de negócios, nos moldes da implantada em São Paulo, através de um decreto governamental, teria a função de regulamentar impostos relativos à circulação de mercadores e prestação de serviços de empresas de um determinado segmento. Isto já está em apreciação na Secretaria da Fazenda e vai representar a união dessas empresas com um propósito único que é ter condições de negociação para que possam realmente competir com igualdade com essas grandes redes que aqui chegam”, disse o deputado.

O vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, João Leão, se colocou à disposição para regulamentar as centrais de negócios âmbito estadual, já tendo iniciado tratativas com a Secretária da Fazenda da Bahia para desenvolver o decreto similar ao adotado pelo Estado de São Paulo, em 2005. O deputado federal Cacá Leão (PP) se comprometeu a levar à Câmara dos Deputados a ideia de um projeto de lei, “já estou aqui com a minuta do projeto de lei e já assumi o compromisso de, ao chegar em Brasília nessa próxima semana, apresentar o projeto de lei complementar que trata da criação da central de negócios”, disse.

É a primeira vez que uma entidade de classe empresarial realiza uma sessão especial não para discutir demandas de grandes grupos ou de pequenos grupos de interesse, mas para discutir demandas coletivas que envolvem as pequenas e médias empresas regionais, segmentos dos mais importantes da economia de mercado”, elogiou o presidente da Federação das Redes de Negócios Multissetoriais (FERNEM), Josué Teles de Araújo.