Nelson Leal destaca papel da Marinha do Brasil na defesa da soberania nacional

Na celebração dos 154 anos da Batalha do Riachuelo, presidente da Alba ressaltou O papel constitucional da Armada Naval. O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Nelson Leal (PP), foi uma das autoridades civis que participaram da cerimônia de entrega da “Ordem do Mérito Naval”, ocorrida no Forte de Santo Antônio da Barra, … Leia Mais



Bahia é convidada a apresentar avanços da saúde pública em Fórum da Exame

Inovações em gestão e tecnologia aplicada na saúde pública, deram destaque ao Governo da Bahia no Fórum Exame Saúde que aconteceu nesta quarta-feira (12), em São Paulo. O secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, foi o único gestor público convidado ao lado do secretário de Saúde de São Paulo, José Henrique Germann. “Com mais … Leia Mais


Em Fórum de Governadores, Rui apoia sugestão de Rodrigo Maia e deixa claro que texto atual da reforma da previdência não agrada a Bahia


A reforma da previdência acalorou o clima da quinta reunião do Fórum de Governadores, nesta terça-feira (11), em Brasília. O governador Rui Costa se colocou à disposição do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, presente no encontro, no sentido de construir um acordo com os deputados para o avanço da votação, desde que sejam retirados do projeto enviado pelo governo Bolsonaro temas já explicitados pelo Consórcio de Governadores do Nordeste. Rui enfatizou que o texto atual não é bom para a Bahia e, se for mantido, defende que o estado seja excluído da reforma. “Com este texto que está aí eu fico contra, porque é prejuízo para a Bahia e com isso eu não posso concordar”, manifestou o governador baiano.

Ele fez as contas do impacto do texto atual nas finanças da Bahia. Em seu entendimento, uma reforma da Previdência é urgente e necessária, mas deve ser justa e com ajustes que realmente ajudem os estados a sair do vermelho. A reunião do Fórum de Governadores segue até o meio-dia com a representação de todos os estados, o presidente da Câmara e também o relator da reforma da Previdência, deputado Samuel Moreira.

 

Fonte: Secom – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
Youtube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Estado e universidades assinam termo de compromisso para o fim da greve


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Relações Institucionais e da Secretaria da Educação do Estado, assinou com representantes do Fórum das Associação dos Docentes das Universidades Estaduais (Fórum das AD’s – UNEB, UESC, UEFS e UESB), na noite desta segunda-feira (10), um termo de compromisso objetivando o fim da greve nas universidades estaduais. A negociação contou com a participação de membros da Comissão de Educação e do líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba).

No documento, ficaram pactuados, de forma consensual, que o Governo do Estado, após o fim da greve, enviará Projeto de Lei para a Alba com proposta de reestruturação do quadro de vagas da carreira de professor, permitindo até 900 promoções. Também serão garantidos recursos da ordem de R$ 36 milhões para que as quatro universidades apliquem em Investimentos.

Outro ponto acordado foi o pagamento dos salários mediante reposição das aulas, devendo o plano de reposição ser submetido a Reitoria da Instituição de Ensino e à Secretaria da Administração do Estado (Saeb). A proposta é que se a greve acabar até dia 14 de junho, o Estado garantirá o pagamento integral do salário do mês de junho/2019 e mediante execução do plano de reposição das aulas, será pago o mês de maio junto com o mês de julho, e, em sequência, os dias de greve do mês de abril serão pagos no mês de agosto mediante execução do plano de reposição de aulas.

Além disso, até 72 horas após o encerramento da greve, será instalada uma nova mesa para negociação de outros pontos colocados pelas AD’S envolvendo as outras secretarias de Estado, a exemplo da Fazenda (Sefaz) e Administração (Saeb).

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, destaca os avanços da negociação. “A intermediação da Alba foi muito importante desde o início, com a presença do líder do governo e da Comissão de Educação nesta mediação para o acordo assinado aqui. E longe da gente querer extrapolar o nosso papel, nós sabemos que as AD´s irão para as assembleias e, com toda a autonomia, irão pautar e negociar isso com seus pares. Mas, avaliamos este momento de hoje como muito positivo. Acreditamos que este período serviu para ponderar aquilo que a gente acha importante, mas não abrimos mão de reconhecer a importância das universidades para o desenvolvimento da Bahia. Em momento algum, o governador ou qualquer órgão de governo duvidou disso. E estamos confiantes com os pontos pactuados”.

 

Fonte: Secom – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
Youtube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Nelson Leal e Ediene Lousado debatem o combate à violência contra a mulher na Bahia


 

O

s chefes da Alba e do MPE se encontraram nesta tarde para tratar de projetos da instituição que tramitam na Casa.

A Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) e o Ministério Público Estadual decidiram somar esforços na luta que combate a violência contra a mulher no Estado. O presidente do Legislativo estadual, deputado Nelson Leal (PP), recebeu, na tarde desta segunda-feira (10), a visita da procuradora-geral Ediene Lousado.
A chefa do Ministério Público solicitou do presidente da Alba celeridade na tramitação de projetos de interesse da instituição. As proposições dispõem sobre um redimensionamento de promotorias no interior do Estado, e outro que busca fortalecer o enfrentamento à preocupante violência contra a mulher na Bahia.
Ediene Lousado esteve acompanhada do seu chefe de gabinete, promotor Marcelo Guedes, e do coordenador do Centro de Apoio Operacional de Defesa da Educação, promotor Valmiro Macêdo. O encontro ocorreu no gabinete da presidência.
“É sempre muito positivo receber a visita de nossa procuradora-chefe para tratar de assuntos que são do desejo do conjunto da sociedade baiana. Desta vez, Ediene Lousado nos traz uma questão que vem ao encontro também dos interesses de todos os deputados baianos, especialmente das deputadas. Esse é um compromisso que a Casa tem, de avançar nas proposições que visem a defesa da mulher contra essa descabida violência. São projetos de grande importância para a Bahia, que contarão com o apoio integral da Assembleia Legislativa”, garantiu, Nelson Leal.
A chefa do MP-BA também destacou a importância do diálogo entre as instituições. “É salutar quando instituições públicas conversam para alinhar interesses que são da sociedade. Viemos pedir ao presidente Nelson Leal uma tramitação mais célere de projetos que tratam do combate à violência contra a mulher, assim como de outros que buscam prover melhor as promotorias e que tratam de um redimensionamento nas promotorias do interior. Estou muito satisfeita com a receptividade”, explicou, Ediene Lousado.
Fonte: Assessoria de Comunicação da Presidência/ ALBA
Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
Youtube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.

Entre Rios: Alex Lima cobra ação do Ministério da Saúde


O surto de Arbovirose que atinge moradores de Entre Rios tem causado preocupação e o deputado estadual Alex Lima (PSB) cobrou do Ministério da Saúde uma posição sobre o caso. “A população está sofrendo com uma doença que ainda não pode ser diagnosticada. A Secretaria de Saúde do Estado está fazendo o possível para ajudar, mas sem apoio do Ministério da Saúde e os kits de diagnóstico fica impossível oferecer o tratamento adequado à população”, disse.

Até o momento cerca de 3 mil pacientes, sendo a maioria da sede da cidade, chegaram ao hospital municipal com febre, manchas vermelhas, dores nas articulações e coceiras. No entanto, ainda não foi possível diagnosticar a doença, pois o Ministério da Saúde deveria ter enviado em outubro de 2018 uma remessa dos kits laboratoriais, que são usados nos testes. Como o material não chegou a Sesab abriu licitação para comprar por conta própria. “Precisamos de condições para identificar a doença e oferecer o tratamento ideal. Espero que o Governo Federal entenda a seriedade da situação”, completou o deputado.

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
Youtube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.

Fonte: ASCOM / Deputado Alex Lima


Em sala de cinema, homem bate boca com filho sobre masculinidade (Veja vídeo)


Mais um vídeo da campanha ‘Masculinidade Tóxica’, promovida pelo Governo da Bahia, foi divulgado nesta sexta-feira (7). No VT, o personagem interpretado pelo ator Miguel Vieira entra em uma sala de cinema ao celular em diálogo com o filho, antes do início da sessão, gerando nítido desconforto na plateia, que reage aos comentários machistas do suposto pai.
“Por que que você está chorando?”, questiona o homem em voz alta, chamando a atenção do público. O personagem continua: “pare de frescura, que isso é coisa de menina […] Eu estou te educando é pra ser homem, pra ser macho, rapaz”. Na sequência, após a reação dos presentes, a encenação do ator é interrompida por uma mensagem na tela do cinema: “O que você acaba de ver aqui não é educação. E nem é só falta de educação. É masculinidade tóxica, que faz mal aos homens e pode virar violência contra as mulheres”, diz o texto. No vídeo, publicado na página oficial do Governo do Estado no YouTube (youtu.be/8NUNb9zL2b4), o público reage à mensagem com aplausos.
Dirigido por Rodrigo Maia, o vídeo foi gravado durante sessões nos cinemas Glauber Rocha e Paseo Itaigara, em Salvador, no último fim de semana. A campanha, realizada pela Secretaria de Comunicação Social (Secom), por meio da agência Tempo Propaganda, faz parte da ação ‘Respeita as Mina’, de enfrentamento à violência contra as mulheres, que tem como objetivo sensibilizar a população para o combate à cultura machista. A campanha marca também os oito anos da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM-BA).
Outro vídeo da campanha, com outdoors, mídia eletrônica e digital, mostra o ciclo da violência doméstica e familiar e a relação com o padrão de masculinidade hegemônico. “Antes do tiro, o tapa. Antes do tapa, o grito. Antes do grito, o controle. Antes do controle, o machismo. Antes do machismo, a masculinidade tóxica”, pontua a campanha.
Masculinidade nova
A masculinidade tóxica é definida por especialistas como uma ideia de masculinidade, construída socialmente, que considera a força e a agressividade como virtudes do homem, enquanto as emoções e os sentimentos são considerados fraquezas típicas das mulheres. Expressões como “homem não chora” e “homem que é homem não leva desaforo pra casa” são representativas de um padrão de masculinidade que estimula comportamentos agressivos.
A masculinidade tóxica faz mal não apenas às mulheres, mas aos homens que, por vezes, sofrem ao se perceberem fora do padrão estabelecido como o ideal. O propósito da campanha é estimular o debate e contribuir para que os homens se permitam viver uma nova masculinidade. Por isso, a campanha tem também o site (www.masculinidadenova.com.br), com artigos, depoimentos e informações de utilidade pública.