Sul da Bahia recebe Mutirão de Cirurgias a partir de segunda-feira

  Na próxima segunda-feira (30), o Mutirão de Cirurgias vai atender à população de Camacan e municípios vizinhos (Buerarema, Ibicarai, Itaju do Colonia, Jussari, Pau Brasil, Santa Cruz da Vitória e São José da Vitória). A unidade móvel ficará estacionada até terça (31), na Praça Rui Barbosa (Pracinha do Bebé), no prédio da Cáritas, antiga … Leia Mais


Agricultura familiar baiana conquista novos mercados e aceitação do público da alimentação saudável

  No Dia Internacional do Agricultura Familiar, celebrado nesta quarta-feira (25), agricultores familiares comemoram os avanços alcançados pela agricultura familiar nos últimos 12 anos no estado da Bahia. A exigência do mercado, aliada a uma maior conscientização da sociedade quanto à origem dos produtos que consomem, vem impulsionando o setor, que ganha espaço nas prateleiras … Leia Mais



Violência doméstica foi tema abordados em reunião na DEAM “Lei Maria da Penha”


(Veja Vídeo abaixo)

Em reunião na DEAM (Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher), estavam presentes a Delegada Simone Moutinho, Major Denice Santiago, Comandante da Ronda Maria da Penha, Andrea Marques, Presidente da comissão de Mulheres da OAB, Barbara Trindade, da Comissão de Direitos Humanos de Cajazeiras, 1+1 é sempre mais que 2, Almir Souza, Ouvidor Geral do Conselho de Direitos Humanos de Lauro de Freitas, Pricia Sena, representante das Mulheres Empoderadas do Subúrbio, Luz Marina, Diretora do Conjunto Penal Feminino, Catia Dias, representante da Maternidade Albert Einstein de Cajazeiras e também vários policiais e lideranças dos bairros.
A palestra com o tema “Enfrentamento à violência Doméstica” foi ministrada pela Delegada Simone Moutinho, que fez questão de esclarecer a importância de levar para a comunidade a informação de todo o processo da Lei Maria da Penha, para estimular essas mulheres a passarem para outras e se unirem, com o objetivo de fortalecerem essas vítimas desesperadas e frágeis, que contarão com o apoio de Assistente Social, psicólogos e de medidas protetivas, disponíveis diariamente, incluindo finais de semana e feriados, com policiais em visitas surpresas a mulheres que recorreram à justiça para manter agressores à distância.
A violência doméstica acontece contra crianças, adolescentes, mulheres e idosos, sendo que os agressores são do convívio familiar e têm o perfil caracterizado por autoritarismo, falta de paciência, irritabilidade, grosserias e xingamentos constantes ou acompanhados de alcoolismo e uso de drogas.
Durante o encontro, a Major Denice Santiago, comandante da Ronda Maria da Penha, fez questão de salientar: “A Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher é uma peça fundamental nesse processo, porque é a porta de entrada para que ela possa ter este crime apurado e este agressor punido pela justiça”.
A Presidente da Comissão de Direitos Humanos1+1 é sempre mais que 2, Barbara Trindade, com sua personalidade aguerrida, sugeriu que, com o apoio da equipe das Mulheres Empoderadas, representada por Pricia Sena, levassem esclarecimentos e informações para outros lugares, fortalecendo a vida dessas mulheres, vítimas de violência doméstica.

A Presidente da Comissão de Mulheres da OAB, Andrea Marques fez uma explanação: “As mulheres devem se proteger, não falar mal uma das outras, não criticar outra mulher e olharem uma para as outras como olham a si mesma, serem unidas”. Também fez um convite para que todas fizessem parte da técnica de defesa pessoal chamada “KRAV MAGÁ” (www.kravmaga.com.br). Ela ainda ressaltou: “Nós mulheres podemos ser meigas, delicadas, lindas e aprender a se defender com o KRAV MAGÁ”.

Foram lançados pela DEAM dois projetos de medidas preventivas: o Projeto Abraço, para os que foram penalizados e façam reflexões; e o Projeto Borboleta, para mulheres empoderadas que passaram por essa metamorfose e se fortaleceram.

PARTICIPANTES: Delegada da DEAM, Simone Moutinho / Major Denice Santiago, Comandante da Ronda Maria da Penha / Andrea Marques, Presidente da comissão de Mulheres da OAB / Barbara Trindade da Comissão de Direitos Humanos de Cajazeiras, 1+1 é sempre mais que 2 / Almir Souza, Ouvidor Geral do Conselho de Direitos Humanos de Lauro de Freitas / Pricia Sena, representante da Mulheres Empoderadas do Subúrbio / Luz Marina, Diretora do Conjunto Penal Feminino / Catia Dias, representante da Maternidade Albert Einstein de Cajazeiras / Tenente Roberta (Tocantins) / Arivaldo Bispo, representante da Defensoria de Proteção aos Direitos Humanos (DPDH) / Eliete Pereira,  representante CRAS.

Marylúzia Costa

 

 

 

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais:
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8234-4592
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Bárbara Trindade, receberá o prémio “Maria Felipa 2018”


 

Barbara Trindade, Presidente da Comissão de Direitos Humanos de Cajazeiras e Presidente do Projeto 1+1 é sempre mais que 2, atualmente fazendo parte do Grupo Mulheres do Brasil, receberá nesta quarta-feira (25), a premiaçao Maria Felipa, o evento destaca a importância da atuação da mulher negra no combate à desigualdade social, racial e nas conquistas políticas.

Maria Felipa de Oliveira

Maria Felipa trabalhava como marisqueira e pescadora na Ilha de Itaparica e se destacou na luta pela independência da Bahia, em 1823. Ao lado de Maria Quitéria e Joana Angélica, Maria Felipa liderou um grupo composto por mais de 200 pessoas, formado por índios tupinambá, tapuias e mulheres negras para derrotar as tropas portuguesas que atacavam a ilha.

Marylúzia Costa

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais:
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8234-4592
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Segunda edição da Flipelô homenageia escritor baiano João Ubaldo Ribeiro


O lançamento da segunda edição da Festa Literária Internacional do Pelourinho (Flipelô) foi realizado na manhã desta terça-feira (24), na Sala do Conselho do Convento do Carmo e contou com a presença de jornalistas, autoridades e escritores. O evento acontece pela segunda vez com apoio do Governo da Bahia entre os dias 8 e 12 de agosto em 14 espaços do Centro Histórico de Salvador. A Flipelô é realizada pela Fundação Casa de Jorge Amado, instituição mantida com apoio do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, em parceria com o Sesc (Serviço Social do Comércio).

“A Flipelô chega a 2018 abordando a temática da amizade. E o Estado da Bahia não poderia deixar de renovar estes laços de amizade com a literatura e participar da Flipelô, que ativa mais ainda o Centro Histórico. Além da Fundação Casa de Jorge Amado, que também é apoiada pela Secretaria de Cultura via edital de Apoio a Instituições Culturais, a Festa ocupa outros casarões, inclusive de unidades vinculadas à Secult. São diversas atividades gratuitas para gostos e públicos variados”, afirmou a secretária da Cultura do Estado, Arany Santana.

A Flipelô 2018 oferecerá mais de 120 atividades gratuitas e são esperados cerca de 50 mil participantes. Para a presidente da Fundação Casa de Jorge Amado, Ângela Fraga, chegar à segunda edição da feira é a demonstração de que a iniciativa já é bem sucedida. “Conseguimos estabelecer uma série de parcerias com restaurantes e lojas do Pelourinho e isso mostra que a comunidade agora abraça nossa proposta de forma mais participativa. Queremos movimentar o Pelourinho por meio de um projeto literário. Estamos mobilizando as pessoas para comemorar a literatura”, conta.

Este ano o evento traz como tema a famosa frase “A amizade é o sal da vida”, do escritor baiano Jorge Amado e tem como homenageado o escritor João Ubaldo Ribeiro. A filha de João Ubaldo, a advogada Emília Ribeiro, esteve no lançamento e lembrou da amizade entre os dois escritores. “É motivo de muito orgulho e alegria participar deste momento em que a Cultura está sendo fomentada por meio da literatura, que é o norte do meu pai. Jorge e meu pai eram compadres e tinham uma convivência muito fraterna e querida”, revelou.

A Flipelô contará com mesas de debates, bate-papos com crianças, jovens e adultos sobre as diversas nuances da literatura, além do lançamento de livros, saraus de poesia, batalhas de versos e atividades lúdicas. Cerca de 500 artistas estão envolvidos nas atividades da Flipelô 2018. O evento deste ano ainda tem como destaque a Rota Gastronômica Amado Sabores, composta por 20 restaurantes do Centro Histórico que irão produzir pratos com preços especiais a partir de receitas inspiradas no livro de Paloma Amado, ‘A Cozinha Baiana de Jorge Amado’.

Para Paloma Amado, a realização da Flipelô representa a manutenção do legado do seu pai. “A gente está sempre em função de que Jorge Amado seja uma presença viva, e a sua ideia quando fez a Fundação para incentivar a cultura brasileira e a cultura baiana em particular, está aí com todos os elementos para dar prosseguimento a essa missão”.

Fonte:  Secom – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia
Repórter: Jairo Gonçalves
Fotos: Mateus Pereira/GOVBA

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais:
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8234-4592
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Plenária de Dailton Filho e Quitéria repercute entre lideranças de Madre de Deus


A plenária realizada pelos pré-candidatos a deputado Dailton Filho (estadual) e Maria Quitéria (federal), ambos do Avante, ainda repercute entre lideranças e a população do município de Madre de Deus.

O evento reuniu mais de 100 pessoas, nesta quinta-feira (19), no espaço Garagem Music, e contou com a presença da ex-secretária de Desenvolvimento Social Viviane Barbosa, a suplente de vereador Milene Dourado, o ex-vereador Vivaldo e diversas lideranças de bairro.

Os pré-candidatos Quitéria e Dailton reafirmaram o compromisso de, se eleitos, trabalhar pelo fortalecimento do município e de toda região.

“Muita gente se sente na obrigação de votar num deputado porque ele colocou emenda no município quando, na verdade, o papel do parlamentar é esse, o de olhar pela população. No Congresso irei lutar pelo desenvolvimento de todas as regiões da Bahia”, reforçou Quitéria, que é ex-prefeita de Cardeal da Silva, ex-presidente da União dos Municípios da Bahia e presidente da Fundação Luís Eduardo Magalhães.

Segundo Dailton Filho, que é ex-vereador e disputou a última eleição para prefeito de Madre de Deus, a população do município quer mudança. “Esse é um projeto que vai mudar Madre de Deus, que vai revolucionar esta cidade. Nós estamos fazendo uma política de oposição limpa, dentro da verdade e daquilo que a gente pode falar e provar”, frisou.

Fonte: ASCOM Maria Quitéria

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais:
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8234-4592
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Chocolat Bahia atrai 65 mil visitantes e movimenta R$ 15 milhões em negócios


 

O Festival Internacional do Chocolate e Cacau, que na sua primeira edição teve dez estandes e três marcas de chocolates locais, chegou à sua 10ª edição com 120 expositores e 40 marcas regionais de chocolate de origem. Encerrado neste domingo (22) em Ilhéus, recebeu cerca de 65 mil visitantes e movimentou  R$ 15 milhões em negócios, incluindo, além do próprio evento, a ocupação da rede hoteleira, com 85% de ocupação durante e festival comércio, lazer e serviços.

 

“Decidimos apostar na produção de amêndoas de cacau de qualidade e de o chocolate de origem, com alto valor agregado. O festival é uma espécie de vitrine, que está dando um novo impulso à economia regional”, destaca Marco Lessa, o coordenador do Chocolat Bahia. Para ele, ”é necessário investir na educação, com inovação, modernização, empreendedorismo, economia criativa. Estamos rompendo um paradigma de décadas, deixando de ser apenas geradores de commodities e chegando ao produto final, muito mais rentável, como o chocolate”.

 

 

Chocolates de origem

 

O produtor Henrique Almeida, que já comercializa a produção no Brasil e no exterior, afirma que “com a consolidação do pólo chocolateiro, os desafios são a manutenção e aprimoramento da qualidade e convencer as pessoas a consumirem o chocolate premium, que não é apenas mais saboroso, mas também mais saudável”, afirma.

 

 

Chocolate e turismo

 

Durante o festival, foi lançada oficialmente a Rota do Chocolate. A primeira estrada temática da Bahia compreende fazendas de cacau,  fábricas de chocolate, áreas preservadas de Mata Atlântica, casarões históricos e gastronomia, às margens das rodovia Ilhéus-Uruçuca e Jorge Amado, que liga Ilhéus a Itabuna. Os segmentos envolvidos estão passando por processos de capacitação e captação de negócios, através de parceria com o Sebrae. Entre as fazendas abertas à visitação estão Provisão, Riachuelo, Capela Velha, Yrerê e o pioneiro Chocolate Caseiro de Ilhéus.

 

O operador de turismo José Humberto Sá Nery vê uma ampliação no mercado do turismo. “Os turistas já estão optando por passeios que incluam a gastronomia e fazendas onde se fábrica o chocolate de origem. É um novo mercado que surge graças ao festival”, afirma.

 

 “Curtimos praias belíssimas, conhecemos o Bataclan, o Vesúvio, a Casa Jorge Amado e pudemos saborear o verdadeiro chocolate. Vamos voltar outras vezes”, disse a advogada paulista Vanessa Souza Campos, que foi a Ilhéus acompanhada do marido e dos dois filhos.

 

O presidente da Associação dos Produtores de Chocolate do Sul da Bahia, Gerson Marques, apostou na produção de chocolates e no turismo rural. Ele recebe cerca de 2.500 turistas por ano na Fazenda Yrerê, às margens da Rodovia Jorge Amado. “As pessoas começam a se identificar com as nossas marcas de chocolate e ainda há muito que avançar, porque somos cerca de 50 produtores de chocolate num universo de 30 mil produtores de cacau”, diz.

 

Fonte: Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais:
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8234-4592
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.