Empresa norte-americana planeja investir U$ 60 milhões em maricultura na Bahia

Fotos: Carlos Prates/GOVBA   Em Washington, nos Estados Unidos, o governador Rui Costa assinou um memorando de entendimentos com a Forever Oceans, nesta quarta-feira (8), para instalação de empreendimento de maricultura na Bahia. A empresa norte-americana pretende investir U$ 60 milhões na criação de peixes na costa de Ilhéus. A produção está estimada para começar … Leia Mais


Hemodinâmica do HGRS é líder em procedimentos na Bahia

O serviço de hemodinâmica do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) encerrou o primeiro quadrimestre de 2019 com 1300 procedimentos realizados. Desses, as arteriografias diagnósticas foram as mais procuradas, seguidas pelas angioplastias e intervenções nas vias biliares. Tais indicadores tornam a o hospital líder no segmento dentro da Bahia. A radiologia intervencionista é uma tendência da … Leia Mais


Reforma e ampliação da Maternidade Albert Sabin é entregue

A reforma e ampliação da Maternidade Albert Sabin, unidade da Secretaria da Saúde do Estado localizada no bairro de Cajazeiras, foram entregues na manhã desta terça-feira (7) e as gestantes atendidas pela unidade passam a contar com um serviço melhor estruturado. O Governo do Estado investiu R$ 485 mil nas intervenções que resultaram na instalação … Leia Mais


Presidente da ViaBahia participa de audiência pública na Assembleia

As comissões de Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico e Turismo e de Defesa do Consumidor e Relações do Trabalho realizaram nesta terça-feira (7) uma audiência pública conjunta para ouvir a apresentação do presidente da ViaBahia, José Bartolomeu, sobre o projeto da empresa para a execução de obras nas rodovias que estão sob concessão da empresa desde 2009. … Leia Mais


PRESIDÊNCIA – Nelson Leal ressalta importância da Taquigrafia


O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Nelson Leal, ressaltou a importância do trabalho do Departamento de Taquigrafia para a gestão compartilhada e transparente que vem imprimindo na Casa, durante visita ao setor que abriga cerca de 45 profissionais, entre taquígrafos, revisores e pessoal de apoio. Na ocasião, os funcionários celebravam a passagem do Dia Nacional do Taquígrafo, comemorado no último dia 3 de maio, também Dia do Parlamento.

“Sinto-me honrado de estar aqui, pois creio que esse departamento é o coração da Casa. Para a rapidez que precisamos, é fundamental a participação e o trabalho de vocês, que ajudam a alicerçar nossos mandatos, afinal de contas essa interface é muito importante para a atividade parlamentar”, afirmou o presidente, informando que não poupará esforços para trazer ferramentas e novas tecnologias para modernizar os setores do Legislativo.

A comemoração foi prestigiada por sua esposa, Marlane Leal, que preside o Instituto Assembleia de Carinho, e por sua mãe, Lia Leal, além de superintendentes e servidores da Casa, que parabenizaram os funcionários. A gerente do departamento, Marilanja Pereira, agradeceu a presença de todos e destacou o apoio do presidente Nelson Leal aos projetos de iniciativa da taquigrafia: “Entre os projetos, o nosso carro-chefe ‘Albavox’, que é o discurso online disponibilizado quase de imediato para divulgação nas redes sociais; a sistematização do roteiro, que traz dados estatísticos dos discursos e presenças nas sessões deliberativas; e o Manual de Redação e Estilo, que nasceu aqui e que hoje faz parte da instituição”.

Fonte: ALBA

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
Youtube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Prefeitura leva atendimento odontológico às comunidades


Há mais de dois anos sem ir ao dentista, a moradora do bairro Vila Mar Edileusa de Jesus, é uma das mais de 300 pessoas beneficiadas na primeira etapa do Projeto ‘Mais Sorriso Perto de Você’, implementado pela Prefeitura de Lauro de Freitas. “Assim que soube vim logo, estou há muito tempo sem tratamento e já sinto um dente doendo”. O atendimento é feito na Unidade Móvel de Saúde Bucal.

O projeto, que busca ampliar a oferta odontológica para a população das localidades com menor cobertura de saúde bucal, atende de segunda a sexta, cada dia em uma localidade diferente. Nesta primeira etapa foram contemplados os moradores do Loteamento Quinta da Glória, Conjunto Residencial Leila Diniz, Comunidade da Guine e Casinhas no Parque São Paulo, Vila Mar e Praça Dodô e Osmar, em Ipitanga.

Os pacientes já receberam aplicação de flúor, orientação sobre higiene bucal e uma escova dentária.  O atendimento é agendado um dia da semana em cada comunidade. “O projeto segue até julho quando todos terão o tratamento concluído”, garante a coordenadora geral de Saúde Bucal, Gabriela Borges.

Restauração de resina e amálgama, raspagem periodontal manual e com ultrassom, profilaxia com aplicação de flúor, escovação supervisionada, palestra de saúde bucal, capeamento pulpar, urgências odontológicas e pequenas cirurgias, são os procedimentos realizados durante o tratamento. “Os casos mais complexos serão encaminhados para o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), na Itinga”, informa Gabriela.

Estudos comprovam que a saúde bucal tem relação com a saúde geral. As más condições de higiene bucal podem causar doenças, que, por sua vez, podem levar a enfermidades ou agravá-las, principalmente doenças cardiovasculares e diabetes. “Levar o atendimento odontológico para a comunidade é importantíssimo, já que muitas pessoas não têm condições físicas e ou financeiras para irem a um posto odontológico e acabam não dando atenção à saúde da boca”, garante a dentista, Maria Aparecida Garcia.

Em Lauro de Freitas, as 15 Unidades Básicas de Saúde fazem atendimento odontológico. Além desses locais e do CEO, a Prefeitura também mantém consultórios de saúde bucal em parceria com a ACCABEM, com a Associação de Moradores de Pouso Alegre e Rotary do Quingoma.

Fonte: ASCOM / Prefeitura de Lauro de Freitas

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
Youtube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Audiência pública discute inclusão da temática indígena na rede estadual de ensino


 

 

O ensino da história e da cultura indígenas será reforçado no currículo do ensino público baiano. Para a concretização da iniciativa, o Conselho Estadual de Educação da Bahia (CEE/BA) realizou uma audiência pública nesta terça-feira (7), com o intuito de colher contribuições para o projeto de Resolução sobre o Ensino da História e da Cultura Indígena nos Currículos da Educação Básica, no Sistema Estadual de Ensino da Bahia. A proposta discutida no auditório do Instituto Anísio Teixeira (IAT) é desmembrar as Resoluções CEE nº 23/2007 e nº 48/2008 e elaborar uma resolução específica para incluir nos currículos das escolas públicas e privadas o estudo da temática indígena, atendendo à Lei nº 11.645/2008.

A secretária de Promoção da Igualdade Racial, Fabya Reis, destacou que a audiência pública ajuda a aprimorar o espaço de construção democrática. “Destaco também esse movimento legítimo hoje dos povos indígenas aqui na capital, reverberando a sua pauta de reivindicação. Nós vamos avançar cada vez mais, governo, sociedade civil e seus povos dialogando em processos democráticos. Essa audiência considera não somente o aspecto cultural, mas repercute em outras dimensões da vida, como por exemplo, a questão dos territórios indígenas, que vem forte nas pautas de reivindicações”.

O professor e cacique Val Tupinambá, de Olivença, da região sul da Bahia, compareceu acompanhado de parentes e conterrâneos. “A nossa proposta é que a ciência indígena faça parte do currículo. Nós, povos indígenas, também estamos nos formando, estamos ocupando espaço nas universidades, estamos fazendo ciência. Então, queremos trazer para a educação a ciência que aprendemos com os mais velhos. Precisamos de materiais didáticos adequados a cada povo da Bahia, incluindo língua, tradição e religiosidade.  Com essa adequação da legislação, a partir dessa audiência pública, a gente espera que a lei que determina a inclusão da temática indígena na grade curricular seja realmente adotada”.

A conselheira e cacique Jesuína Tupinambá diz que, na Bahia, há 22 povos indígenas reconhecidos e outros seis em processo de reconhecimento étnico. “Esta inclusão da história e da cultura indígena na grade curricular da educação é uma bandeira do movimento indígena. É importante que a sociedade baiana tenha conhecimento da imensa diversidade cultural que nós temos no estado, e que está presente também entre os povos indígenas. Com esta iniciativa da audiência pública, nós acreditamos que poderemos contribuir mais, e o governo vai investir em políticas públicas para atender estas demandas, de formação de professores, produção de material didático, e outros elementos”.

A presidente do Conselho Estadual de Educação, Anatércia Contreiras, informou que da audiência sairão as contribuições apresentadas pelos povos indígenas, professores, universitários e outras representações. “Essas contribuições serão apresentadas ao Conselho pleno para uma nova resolução que tenha um resultado mais efetivo nas escolas. Atualmente os temas indígenas são tratados apenas de forma residual, em datas específicas, como o 19 de abril, sem o tratamento adequado e sem considerar a importância do índio para a formação da sociedade brasileira. O que se busca é o reconhecimento da importância do índio para a formação da sociedade brasileira”.

Mais informações

Na Rede Estadual de Ensino existem 27 unidades escolares indígenas e 48 anexos, segundo dados da coordenação da Educação Escolar Indígena da Secretaria da Educação. A resolução CEE/BA Nº 23/2007  estabelece normas complementares para a inclusão no Sistema Estadual de Ensino, das disposições da Lei nº 10.639, de 9/1/2003, que altera a Lei nº 9.394, de 20/12/1996, e dá outras providências. A resolução CEE/BA Nº 48/2008 complementa a Resolução CEE nº 23, de 12 de março de 2007, para atendimento à Lei nº 11.645, de 10 de março de 2008, que determina a inclusão das temáticas indígena e africana na grade curricular do ensino básico.

 

Fonte: Secom  – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
Youtube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.

 


Nelson Leal exorta baianos a integrarem frente suprapartidária em defesa das universidades federais


 

 

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Nelson Leal (PP), exortou as entidades de classe na Bahia e a sociedade civil organizada, na manhã desta terça-feira (7), a encamparem um movimento no Estado contra o contingenciamento de recursos de quatro universidades públicas federais, perpetrado pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC).

Chefe da Alba comentou, em moção de repúdio às medidas do MEC, apresentada à Secretaria Geral da Mesa, que o Legislativo baiano se sente no dever de capitanear a formação de uma Frente Suprapartidária, com a participação de personalidades os mais variados segmentos da sociedade baiana, como forma de brecar o que classificou de bloqueio inaceitável.

O ensino superior público na Bahia enfrenta um dos momentos mais delicados de sua história. A descabida medida provocará um prejuízo imensurável à formação superior dos baianos, à cultura, bem como a toda engrenagem que movimenta a economia do Estado”, condenou, Leal.

O parlamentar destacou que o contingenciamento é nocivo à higidez financeira das instituições, comprometendo as sagradas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Nelson Leal criticou duramente o argumento do governo federal para perpetrar o corte dos recursos, de realização de “balbúrdia” e deficiência em desempenho acadêmico por parte das universidades atingidas.

Tal argumentação não peca somente pela violação da autonomia universitária, assegurada pela Constituição Federal, em seu artigo 207. A justificativa prima pela sordidez nos princípios da acusação, e não menos pelo vazio no significado do substantivo utilizado”, indignou-se, o pepista.

Deputado fez questão de pontuar os extraordinários indicadores de melhoria da excelência das instituições afetadas com o bloqueio, notadamente pela produção científica dos últimos anos, conforme relevantes rankings de aferição de desempenho acadêmico.

A UFBA ostenta, hoje, a condição de 1ª universidade do Nordeste, a 10ª do país e 30ª da América Latina, de acordo o Times Higher Education, ranking que mede o desempenho de 1.250 universidades de 36 países. Nos quesitos ensino, internacionalização, inovação e pesquisa, a UFBA é a 14ª entre as 196 universidades brasileiras. O número de doutorandos saltou de 17 para 54 de 2008 a 2017, mais que dobrando a sua produção científica. Portanto, falar em deficiência de desempenho é tão descabido quando o contingenciamento”, enfatizou.

Nelson Leal observou que cortar recursos da educação superior e ameaçar as Instituições Federais de Ensino Superior (IFES) no atual contexto de crise do país é “um tiro no pé” do governo, e no coração da sociedade. “Precisamos é de mais investimentos públicos na educação, como forma de combater o desemprego de 13 milhões de brasileiros, superar a pobreza e garantir o estado democrático de direito”, ensinou, o deputado.

Os cortes de recursos das universidades são significativos: Universidade Federal da Bahia (UFBA – R$ 37,3 milhões); Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB – R$ 16,3 milhões); Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB – R$ 11,8 milhões); e a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB –38% de seu orçamento).

Por isso, resta a certeza de que toda a “balbúrdia” promovida pelas universidades baianas, especialmente a UFBA, é a sua significativa produção científica e cultural em favor da Bahia, que acaba por impactar positivamente em todo o desenvolvimento do país”, ironizou, Leal.

Fonte: ASCOM / Presidência – ALBA

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
Youtube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Lauro de Freitas realiza, nesta quarta-feira (8), a primeira oficina para construção do Plano de Bairros


 

 

A comunidade de Itinga é a primeira a ser ouvida na sequência de 22 encontros para construção do Plano de Bairros (PB) de Lauro de Freitas, que tem como foco principal o diagnóstico técnico das cinco macrozonas do município. Organizado pela Prefeitura, a oficina de abertura para fomentar o documento que está atrelado ao Plano Diretor Municipal, acontece nesta quarta-feira (8), na Escola Municipal Santa Júlia, a partir das 18h.

De acordo com o coordenador da Secretaria Municipal de Governo (Segov), Marzo Santos, as oficinas acontecerão nos 19 bairros de Lauro de Freitas sendo que em Itinga serão realizados três encontros e Portão dois por conta do tamanho do território e população. “O PB tem a finalidade de fortalecer o planejamento, controle social local e promover melhorias urbanísticas, ambientais e paisagísticas de acordo com as demandas apontadas pela população”. explicou.

Metodologia

Um calendário disposto no site da Prefeitura (www.laurodefreitas.ba.gov.br) indica a data e o local dos encontros em cada bairro. Durante as audiências serão elaborados diagnósticos participativos entre comunidade e poder público considerando a compreensão coletiva do que é bairro, identificação dos pontos fortes e principais problemas, proposição de soluções, visão de futuro e definição de prioridades.

 Macrozonas

Serão realizadas oficinas na Macrozona de Concentração de Interesse Social (MUCIS), que compreende os bairros de Itinga, Caji, Parque São Paulo, Recreio de Ipitanga, Vida Nova e Caixa D’Água, e na Macrozona Urbana Central (MUCE), em Vila Praiana, Centro e Aracui.

Encontros acontecerão ainda na Macrozona Urbana Consolidada (MUCO) no bairro de Portão, na Macrozona de Expansão Urbana/Industrial (MEUI), em Areia Branca, Jambeiro, Capelão, Barro Duro e Quingoma, e por fim, Macrozona Urbana Turística (MUT), nas localidades de Ipitanga, Pitangueiras, Buraquinho e Vilas do Atlântico.

 

Fonte: ASCOM / Prefeitura de Lauro de Freitas

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
Youtube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.