Iniciativa de Coronel aumenta poder das mulheres no Senado

  A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, CCJ, aprovou a criação do Colégio de Líderes do Senado Federal. O órgão, que já existe na Câmara dos Deputados, colabora com o Presidente do Senado na elaboração da pauta de votações. Se não houver consenso, as decisões do Colégio de Líderes serão tomadas por maioria absoluta, … Leia Mais



Mais de 900 policiais e bombeiros atuarão no Dois de Julho

  O tradicional desfile do Dois de Julho, que acontecerá na próxima terça-feira (2), em Salvador, contará com 934 profissionais das forças de segurança estaduais, entre policiais militares, civis e técnicos, além de bombeiros militares. A festa, que marca a Independência da Bahia, terá policiamento ostensivo realizado por 800 PMs dos Batalhões de Choque e … Leia Mais



Diego Coronel parabenizou os moradores de Ilhéus

Os 485 anos de Ilhéus, comemorados nesta sexta-feira (28), mereceram moção de congratulações do deputado Diego Coronel (PSD). No documento, ele parabenizou os quase 185 mil ilheenses e reafirmou o compromisso de trabalhar pela cidade, em busca do progresso e de conquistas para o município e sua população. Na moção, ele destaca as praias, os … Leia Mais


Jurailton Santos propõe debate sobre intolerância religiosa


O vandalismo ocorrido em duas igrejas da Universal – no último no dia 18 – indignou o deputado Jurailton Santos (PRB), que pretende discutir esses graves episódios no seio da bancada evangélica da Assembleia Legislativa, pois entende que é importante frisar que essas atitudes atingem não apenas a uma denominação evangélica, mas a toda a comunidade cristã. Para ele, se trata de um tema que precisa ser debatido no seio da representação evangélica do Legislativo para a adoção uma postura firme, pois a intolerância religiosa é um crime capitulado na legislação penal.
“Diante do triste episódio de vandalismo ocorrido, onde  ativistas picharam muros de duas igrejas Universal no bairro do Lobato, em Salvador”, ele, que além de parlamentar é pastor, convocou a bancada evangélica da Assembleia Legislativa da Bahia para discutir o tema intolerância religiosa. Para o deputado Jurailton Santos, é importante lembrar que atos preconceituosos e intolerantes como estes agridem não somente uma denominação evangélica específica, mas sim a comunidade cristã como um todo: “Ações de agressão como essa, devem ser combatidas e averiguadas pelo Ministério Público e pelos órgãos competentes, para que não volte acontecer, por isso me reunirei com a bancada evangélica para discutir esse assunto”, frisou.
O deputado estadual ressalta que de acordo com a Lei 7.716 – lei do Crime de Racismo – a intolerância é considerada crime inafiançável, pois a liberdade religiosa precisa ser respeitada, tendo como princípio a imparcialidade em assuntos religiosos, não apoiando ou discriminando nenhuma religião.

Fonte: ALBA

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
Youtube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


ALBA apoia políticas de valorização para o futebol feminino na Bahia


Quem assiste Marta nas quatro linhas se rende ao bom futebol que levou a atleta da Seleção Brasileira a se tornar a maior artilheira da história das copas. Eleita seis vezes como melhor jogadora de futebol do mundo, a alagoana inspira as novas gerações. No entanto, assim como Cristiane e Formiga – colegas de elenco – Marta é um ponto fora da curva. A realidade do futebol feminino no Brasil causa frustração em muitas meninas que sonham em um dia viver profissionalmente do esporte.
Os desafios para incluir a mulher no futebol, assim como a dificuldade de patrocínio e apoio, e a inferioridade salarial em comparação aos homens, mobilizaram amantes do esporte a participarem da sessão especial para discutir as Políticas de Valorização do Futebol Feminino na Bahia, proposta pela deputada Olívia Santana (PC do B) e aprovada pela Comissão dos Direitos da Mulher, da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA).
No encontro, realizado na manhã desta quinta-feira (27), no plenário do Parlamento baiano, a comunista destacou que a presença da mulher nos esportes se confunde com a luta por mais direitos e liberdade. A parlamentar foi enfática ao destacar o que considerou merecimento das jogadoras brasileiras ao profissionalismo. “Não é mais um assunto apenas de esporte, é um tema da sociedade. Não podemos ver o futebol feminino somente como lazer. Ele é um ofício, uma profissão”, afirmou Olívia, que preside a Comissão da Mulher.
A proponente apresentou números divulgados por institutos de pesquisa, que confirmaram a disparidade no que tange a remuneração dos atletas do futebol, evidenciando a superioridade econômica dos homens no esporte. De acordo com a Agência Brasil, 1% das jogadoras remuneradas tem o poder de cobrar salário igual ou maior de R$ 29 mil; 30% recebem entre R$ 7 mil e R$ 2 mil; e 67% tem salários até R$ 2 mil ou mesmo nada recebem.
Segundo um estudo feito pelo Sindicato Internacional dos Jogadores de Futebol, 49% das mulheres que praticam o esporte não recebem salários, e 87% encerrarão a carreira antes dos 25 anos, sendo assim, a jogadora Formiga, que já ultrapassou a linha dos 40 anos, pode ser percebida como um caso raro de longevidade na carreira.
Para Tainara Silva, atleta do Esporte Clube Vitória, o grande obstáculo para o talento da mulher tem sido o machismo tóxico impregnado na sociedade. “Há muito tempo o futebol feminino tem sido excluído da sociedade, devido a um preconceito a partir do machismo, pois no futebol a gente não percebe uma outra causa que justifique isso. Mas não devemos abaixar a cabeça, a gente pode chegar onde quiser, só não podemos desistir”, afirmou.
Um esforço por parte de delegações, políticos, empresários e atletas busca a transformação do cenário, e significativas conquistas dão esperança aos profissionais. A Conmebol, por exemplo, se enquadrou em um dos principais artigos nos estatutos da Fifa. O Artigo 23 do Estatuto aborda questões antidiscriminatórias: além da prevenção ao racismo, à homofobia e à intolerância religiosa, é necessário que clubes e federações impeçam a desigualdade de gênero. A entidade sul-americana deu prazo de dois anos para que seus membros se adaptassem, fazendo com que a mudança passasse a valer, efetivamente, no início de 2019.
Apenas recentemente (2018 e 2019), Bahia e Vitória constituíram times de futebol feminino profissional. Até então, o futebol feminino baiano somente atuava na categoria amadora, disputando apenas competições não profissionais. De um modo geral, a treinadora da Seleção Brasileira Feminina de Futebol 7, Dilma Mendes, considera que o futebol feminino tem dado passos lentos no Brasil. Segundo a camaçariense que já treinou outras modalidades do esporte, como Futsal e Futebol Society, os clubes só estão constituindo departamentos de futebol feminino por imposição.
“Muitos gestores desconhecem o valor do futebol feminino, e não investem o suficiente para um trabalho grandioso. Assim, a evolução é mínima. Temos exemplos de sucesso no esporte: Formiga é um deles, mas não podemos viver de conquistas individuais, precisamos de mais”, criticou.
 Integrando a mesa, o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Davidson Magalhães, apresentou um balanço das ações do Governo do Estado para o esporte, por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), e anunciou a preparação do Executivo para instalar o Programa de Iniciação Esportiva para o Futebol Feminino na Bahia. Segundo Magalhães, a novidade será resultado de uma parceria entre a Setre e a Secretaria de Política para Mulheres (SPM). “Esse trabalho do início é muito importante. As meninas precisam deste apoio, desta atenção para desenvolver. O Estado, na gestão do governador Rui Costa, assume essa responsabilidade de garantir condições para o crescimento desse esporte e, consequentemente, incentivo às nossas atletas”, afirmou.
Participaram do encontro ainda as deputadas Jusmari Oliveira (PSD) e Maria del Carmen Lula (PT), o superintendente dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), Vicente Neto; a apresentadora do TVE Esporte, Ayana Simões; o vice-presidente da Federação Bahiana de Futebol, Manfredo Lessa; amantes do esporte, treinadores e atletas do Esporte Clube Vitória e da equipe do São Francisco do Conde. A sessão foi um primeiro passo na luta por mais visibilidade e investimentos, sobretudo na base do futebol feminino, de onde devem ser iniciados os trabalhos. Uma audiência pública já foi aprovada pela Comissão Especial de Desporto, Paradesporto e Lazer, e terá data marcada após o recesso parlamentar do mês de julho.

 

Fonte: ALBA

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
Youtube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Ireuda repudia ato de intolerância contra igrejas: “Não se conquista paz com violência”


 

Ireuda repudia ato de intolerância contra igrejas: “Não se conquista paz com violência”

A vereadora Ireuda Silva (PRB) repudiou o episódio de intolerância religiosa contra dois templos da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), localizadas no bairro do Lobato, em Salvador. Na semana passada, os prédios foram pichados com frases sobre intolerância religiosa e combate ao racismo por manifestantes.

“Nosso mandato e minha história mostram que combati arduamente o racismo durante toda a minha vida. Também luto contra a intolerância religiosa dentro e fora da Câmara de Vereadores. Mas me parece muito contraditório que esses supostos militantes queiram combater intolerância com intolerância. Ódio com ódio. Não endentem que a paz não se conquista com violência”, disse a republicana.

Ireuda também repudiou a tentativa de intimidação contra a recepcionista Gláucia da Silva Teixeira, que é membro da Igreja e usava uma camiseta da Força Jovem Universal (FJU). “Ela foi perseguida no ônibus e constrangida, apenas por exercer o direito de expressar sua liberdade de crença. Isso é absurdo e inadmissível”, acrescentou.

A republicana é autora de um projeto de indicação ao governador da Bahia, Rui Costa, para criar uma Delegacia Especializada no Combate a Crimes Raciais e aos Delitos de Intolerância Religiosa. A ideia é cuidar não apenas de casos de racismo, mas de atos discriminatórios contra pessoas ligadas a toda e qualquer religião. “Todas as religiões e crenças sofrem discriminação no Brasil e precisam ser respeitadas. A liberdade religiosa é um direito que nos é garantido pela Constituição Federal, que também assegura o livre pensamento. Mas a liberdade de expressão não pode ser confundida com ofensa ou permissão para agredir o outro”, argumenta Ireuda.

Fonte: ASCOM / Vereadora Ireuda Silva

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
Youtube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Lauro de Freitas sanciona Lei que proíbe fornecimento de canudos de plástico em estabelecimentos do município


A prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, sancionou a Lei Nº 1.793/13 que proíbe o fornecimento de canudos confeccionados em material plástico nos estabelecimentos comerciais do município. O descumprimento da medida acarretará na aplicação de multas e fechamento administrativo.

De acordo com a lei, fica proibida a distribuição do produto em hotéis, restaurantes, bares, barracas de praia, casas de shows e espetáculos, lojas de conveniência, lanchonetes, padarias, quiosques, entre outros espaços públicos e privados. A medida também se aplica a vendedores ambulantes. Em substituição ao plástico, os estabelecimentos deverão fornecer canudos em papel reciclável, material comestível ou biodegradável.

Com a aprovação da Câmara Municipal de Lauro de Freitas, que propôs a lei, e da prefeita Moema Gramacho, o Poder Executivo tem o prazo de 180 dias a partir da data de publicação do Diário (13/06) para regulamentar a legislação.

Impactos

Banir o consumo de canudos de plásticos é uma bandeira mundial, como destaca o secretário de Meio Ambiente (Semarh), Alexandre Marques. “O impacto dos plásticos na natureza é muito grande, principalmente para os animais que vivem na água, como as tartarugas. Um canudo leva até 200 anos para a sua decomposição total. Isso também gera problemas para nós quando temos o descarte irregular, que acaba indo para as redes pluviais”, frisou.

Uma alternativa para a redução dos impactos ambientais é considerada pelo uso do canudo de metal. Tallyta Gabryelle Costa, 26, costuma frequentar a praia de Vilas do Atlântico e avalia a Lei como fundamental para a preservação. “Assim que começaram os movimentos de conscientização sobre os prejuízos ambientais que o plástico causa, eu comprei o canudo de metal. Nos estabelecimentos basta você dizer que já possui um canudo e dispensa o convencional. Esta é uma forma de nos aliarmos à natureza”.

Fonte: ASCOM / Prefeitura de Lauro de Freitas

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
Youtube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.


Com 78% de obras concluídas, Hospital Metropolitano será inaugurado em dezembro


Ao lado do secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, visitou na manhã desta quarta-feira (26) as obras do Hospital Metropolitano que está sendo construído no bairro do Capelão.  As obras estão em ritmo acelerado, 78% já foram concluídas e a previsão do Estado é que em dezembro o equipamento de saúde seja entregue à população de Lauro de Freitas e Região Metropolitana.

Atento a cada detalhe, Vilas-Boas explicou que a estrutura do Hospital Metropolitano vai permitir desafogar as emergências de Salvador e Camaçari, além de reduzir pela metade a fila da Regulação. “O Hospital Metropolitano será o principal equipamento de saúde da Região Metropolitana, atendendo a todos os casos da rede de urgência e emergência do litoral norte e das cidades que compõem a RMS”.

Com investimento de R$ 180 milhões o equipamento vai dispor de 265 leitos, sendo 55 de Terapia Intensiva (UTI), espaços para atendimento, emergência, diagnóstico por imagem e centro cirúrgico. A unidade também será referência na Atenção ao Acidente Vascular Cerebral (UAVC), com tratamento trombolítico venoso, reabilitação precoce e investigação etiológica completa.

A prefeita Moema Gramacho mais uma vez agradeceu ao governador Rui Costa e ao secretário de Saúde por terem escolhido Lauro e Freitas para instalar o Hospital Metropolitano. “Um equipamento grande e de qualidade. Fico honrada em ser em nosso município, que tem um caráter metropolitano, mas que vai atender toda a Bahia por conta da sua magnitude”.

Palavra de Mulher

Após a visita, o secretário Fábio Vilas-Boas confirmou a inauguração da unidade para dezembro, ao participar como convidado do Programa Palavra de Mulher, transmitido pelas redes sociais da prefeita Moema Gramacho. “O Hospital estará concluído e equipado em novembro e será entregue em dezembro. É um dos maiores hospitais da Bahia e do Brasil”, destacou. O secretário explicou como vai funcionar e abordou outras ações do governo do Estado em parceria com a Prefeitura de Lauro de Freitas.

 

Novas vias – Para facilitar o acesso ao Hospital Metropolitano, o Governo do Estado está realizando a pavimentação asfáltica de 2,6 quilômetros da Rua Djanira Maria Bastos, no Quingoma, e construindo uma nova via de acesso além da Via Metropolitana que foi entregue a população da RMS há um ano e que também dá acesso ao hospital.

Maternidade – Com a inauguração do equipamento Lauro de Freitas ganhará uma maternidade. O Hospital Estadual Menandro de Faria será requalificado e passará a prestar um atendimento materno-infantil. Será maternidade para parto de alto risco e hospital pediátrico.

Policlínica Regional de Saúde – Localizado em Simões Filho, o equipamento que vai atender moradores de Lauro de Freitas e de mais quatro municípios da RMS, será inaugurado em setembro. Será mais uma opção de atendimento para os munícipes em especialidades como angiologia, cardiologia, endocrinologia, gastrenterologia, neurologia, ortopedia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ginecologia/obstetrícia, mastologia e urologia.

O Programa Palavra de Mulher acontece toda quarta-feira às 12h30 com transmissão pelo Facebook e Instagram da prefeita.

Fonte: ASCOM / Prefeitura de Lauro de Freitas

Siga o nosso portal pauta livre nas redes sociais: Maryluzia Costa
Youtube: Maryluzia Costa
Whatsapp Pauta Livre : 75 9.8807-1571
Diretora comercial – Marylúzia Costa
E-mail: [email protected]
Contato Whatsapp : 71 9.8807-1571
Diretor Adm – Márcio Gomes
E-mail: [email protected]
Contato : 75 9.9995-9194
Direção Geral : Ailton Borges
PAUTA LIVRE METRÓPOLE – 24h online, levando as informações com a rapidez e credibilidade que você precisa.